Vendi a Alliance SP

Olá turma,
Hoje eu tenho uma importante noticia para dar para vocês
No entanto é preciso fazer uma retrospectiva de minha história aqui em São Paulo e
um pouco do que acredito que o Jiu jitsu e particularmente a Alliance deva ser.
Eu cheguei em São Paulo no final de 93, já se vão 26 anos.
Eu vim para cá por que não via no Rio muito futuro, infelizmente eu estava certo com
relação ao Rio e o jiu jitsu de lá só piorou desde então deixando de ser o maior polo de
jiu jitsu mundial para ser um lugar onde pouquíssimas academias ainda sobrevivem.
Eu tinha a dúvida se deveria vir para São Paulo ou ir para fora do Brasil, mais uma vez
acho que acertei na decisão vim pra cá onde fiz meus melhores amigos e pude
construir a melhor equipe do mundo na melhor academia, o que consequentemente me
proporcionaram ter uma ótima qualidade de vida através do Jiu jitsu o que sempre foi
o meu sonho.
Nesse caminho que obviamente não foi nada fácil tiveram inúmeros obstáculos alguns
bem difíceis, lembro da época quando eu estava próximo da minha aposentaria de
competições e minha academia tinha apenas 80 alunos.. eu tinha que dar 12 aulas por
dia nessa época.
Esse ritmo de aulas perdurou por muitos anos, junto com ela veio a recuperação da
equipe após o racha e a necessidade de conviver no mesmo teto com tantas estrelas o
que definitivamente foi uma missão bem difícil.
A mesma equipe que me enchia de orgulho e iniciou o processo para que fossemos a
melhor equipe de todos os tempos trazia mais uma responsabilidade, como criar
oportunidade para aqueles que queriam viver o mesmo sonho que eu?
Talvez esse tenha sido o motivo obscuro do racha da Alliance, mesmo sem saber as
pessoas envolvidas acharam que não haveria espaço para elas ali e decidiram sair e
fazer um caminho próprio.
Acho que elas erraram feio mas não tiro minha parcela de culpa em não ter enxergado
essa necessidade ou não ter tido condições de proporciona-la naquela época.
Isso de certa forma se tornou um objetivo que se fundia também com a expansão de
nossa equipe pelo mundo. Como criar oportunidade para as pessoas que estavam a
meu lado se tornou fundamental para o sucesso da Alliance.
O processo começou com a ida do Marcelinho para nossa filial de NY, foi como
arrancar um braço de mim, perder o MG foi muito difícil mas eu sabia que era o
melhor caminho, a ele se seguiram tantos outros exemplos como Cobrinha para
Atlanta, Lucas para NY (substituindo o MG que havia ido para a Florida) Malfacine para Orlando, Bernardo para NY, Leo para Atlanta, Tarsis para San Diego, Thominhas para Vancouver entre outros, fora todos que
foram para Abu Dhabi…
Seria impossível ter tantas estrelas por tanto tempo dentro do mesmo espaço mas é
possível ter todas elas na nossa equipe felizes e com orgulho de fazer parte de nossa
família. Desde o racha foram pouquíssimas pessoas que deixaram nosso time pois a
maioria entende que não existe lugar melhor para estar e que quem se dedica e se
coloca disponível geralmente recebe uma oportunidade.
Recentemente tivemos alguns movimentos nesse sentido, Gui se mudou para o
Arkansas e esta no comando de nossa academia por lá, e o nosso Caio Quilombola
recebeu uma proposta para comandar a escola de Calgary e participar de um projeto
ambicioso de expansão de nossas escolas no Canada.
Esse processo vai ser intensificado uma vez que nossos filiados vão sentindo a
necessidade de trazer mais qualidade para suas academias e o selo que os professores
que trabalham aqui recebem é muito valorizado, as vezes mais do que conseguimos
avaliar.
Quis contar essa introdução para vocês entenderem o contexto e como penso na
renovação e expansão de nosso time, acho que as coisas precisam se renovar e as
vezes mexer uma peça importante como o Caio por exemplo traz um desafio para
todos os envolvidos e faz com que nos movimentemos para fazer melhor.
Acho que não podemos nos acostumar com o declínio, isso aconteceu algumas vezes
em minha vida a primeira que me lembro foi na decisão de parar de competir, achava
que minha performance não estava mais satisfatória meu corpo já não acompanhava
minha mente, era hora de me dedicar e me realizar em outra coisa.
Foquei minha energia em ter a melhor equipe do mundo, treinei e liderei meus atletas
a conquistar 9 títulos mundiais consecutivos, mas sabia que não teria essa energia para sempre
então ter a melhor academia de jiu jitsu do mundo passou a ser a prioridade.
É claro que essas coisas se misturam não é que você para uma e começa outra você vai
fazendo coisas ao mesmo tempo apenas passa a colocar mais energia aqui ou ali.
Me dediquei a estudar a gestão do meu negocio o marketing digital e atingimos nossa
meta de mais de 500 alunos.
Montamos uma equipe de professores dedicados e profissionais que me permitiram
fazer isso mesmo  não estando mais tão presente no tatame como
antigamente.
Mas isso também segue uma ordem natural afinal mês que vem farei 30 anos de faixa preta inteiramente dedicados ao nosso amado jiu jitsu.
Paralelamente ao crescimento da academia eu já olhava adiante e via a necessidade
de organizar melhor nossa Alliance não só como time mas como empresa, venho
defendendo minhas ideias na Alliance desde sua fundação em 93 com enormes
frustações, sempre foi muito difícil convencer as pessoas do Jiu jitsu que podíamos
fazer algo maior, mas tive algumas vitórias também e em 2014 a Alliance virou uma
empresa de verdade.
Hoje a Alliance tem 312 escolas em 22 países e tem um plano de expansão para 600
escolas em 3 anos. Acabamos de receber um aporte internacional na empresa o que nos
permitirá em um futuro próximo oferecer ainda mais oportunidades para os nossos.
Isso claro me traz uma responsabilidade maior e a necessidade da mesma dedicação
com que fiz tudo em minha vida porém isso traz também uma das maiores satisfações
pois esse movimento fez uma outra porta se abrir.
Eu acabo de vender nada menos que 50% da Alliance SP para um cara muito
especial, que foi escolhido para ter essa oportunidade pela competência, pelo caráter e
claro pelo comprometimento com a nossa causa de proporcionar o melhor jiu jitsu do mundo
para a maior quantidade de pessoas possível.
Outros percentuais provavelmente serão distribuídos em um futuro breve.
Entendo que meu legado precisa continuar renovado e essa academia precisa ser
sempre referência de qualidade para o mundo do jiu jitsu.
E eu hoje preciso de ajuda para fazer isso acontecer para que possa seguir me
desafiando e tentando engrandecer o jiu jitsu da melhor maneira que eu conseguir.
Espero que essa oportunidade, talvez a maior que eu já tenha conseguido criar seja
apenas mais uma de outras que virão e que sirva também de exemplo para que um dia
todos que passaram por aqui possam replicar isso e manter nossa história viva.
Meus queridos alunos peço a todos vocês, claro além do total suporte uma calorosa salva de palmas ao novo CEO da Alliance SP
Michael Langhi

25 opiniões sobre “Vendi a Alliance SP

  • 3 de setembro de 2019 em 00:24
    Permalink

    Oss
    Parabéns Michael
    Mai’s que merecido
    Sucesso a vcs minha família
    Fabio sem palavras da admiração e respeito
    Mito

    Oss

    Resposta
  • 3 de setembro de 2019 em 04:43
    Permalink

    Parabens a todos vcs que fazem essa renomada academia.

    Resposta
  • 3 de setembro de 2019 em 08:53
    Permalink

    Me tornei não só um fã mas um cara que admira a ambos e principalmente aprendeu a seguir esses valiosos passos.

    Linda trajetória, resumo de muita competência, empreendedorismo e amor ao que faz!!!
    Parabéns a ambos!

    Resposta
  • 3 de setembro de 2019 em 11:21
    Permalink

    Parabens Fabio! Seguindo seus passos de longe e dando tudo muito certo por aqui. Grande abraço!

    Resposta
  • 3 de setembro de 2019 em 11:34
    Permalink

    Parabéns e sucesso para ambos. Sou muito fã e admirador do trabalho de vocês.

    Resposta
  • 3 de setembro de 2019 em 11:35
    Permalink

    Merecimento!!! Todo meu carinho ao Mestre Langhi!!!

    Resposta
  • 3 de setembro de 2019 em 11:36
    Permalink

    Parabéns! grande trajetória de sucesso…

    Resposta
  • 3 de setembro de 2019 em 12:15
    Permalink

    Fico feliz em poder fazer parte desta Equipe
    Estes 24 ANOS, na época apenas um faixa azul mais pude presenciar tudo que o nosso General narrou aqui neste texto! Lembro do Racha e quando o nosso Eterno General veio aqui no Espírito Santo para conversar com os que permaneceram e fizemos a melhor escolha acreditamos na Equipe, e hoje o orgulho e muito maior. Pois os graduados que ficaram na quela época seguram a peteca e foram também os personagens desta grande “Equipe” parabéns para todos vocês.Gostaria de parabenizar o novo Líder Michael Lang, pois quem anda com Leão também e Leão, parabéns mais uma vez. E nós aqui da ALLIANCE CACHOEIRO/ES. estaremos sempre nesta “Missão” e nesta “Visão” de continuarmos sendo a melhor Equipe do Mundo👊👊👊.

    Resposta
  • 3 de setembro de 2019 em 13:45
    Permalink

    A maior realização de um líder está na formação de um legado consistente e íntegro. Esse movimento com a efetivação do Michael langhi na sua cadeira apenas afirma o que todo nos, seus alunos e seus amigos, sempre soubemos. Que vc, general, é maior que vc mesmo. E que esta decisão não afasta vc da Alliance. Pelo contrário. Elerniza vc nos dojos que formam as vidas de todos nós que tivemos a honra e o privilégio de aprender com vc. Obrigado

    Resposta
  • 3 de setembro de 2019 em 13:46
    Permalink

    A maior realização de um líder está na formação de um legado consistente e íntegro. Esse movimento com a efetivação do grande Michael langhi na sua cadeira apenas afirma o que todo nos, seus alunos e seus amigos, sempre soubemos. Que vc, general, é maior que vc mesmo. E que esta decisão não afasta vc da Alliance. Pelo contrário. Elerniza vc nos dojos que formam as vidas de todos nós que tivemos a honra e o privilégio de aprender com vc. Obrigado

    Resposta
  • 3 de setembro de 2019 em 15:56
    Permalink

    Caracas que história linda e forte , parabéns!

    Resposta
  • 3 de setembro de 2019 em 16:06
    Permalink

    Do pouco que entendo do jiu jitsu, cada “preta” formado tem um sonho que difere em muitos ptos do seu “mestre”… então o q se segue é que o jiu jitsu cresce, se expande e cada um segue sua trajetória. Vivemos ciclos… e tudo passa.
    De certa forma vejo muitos egos inchados no jiu jitsu, o que faz de cada academia um feudo. Mas tudo passa, menos a essência do jiu jitsu. Acho que os Gracie’s deram uma grande contribuição, bem como a Alliance… o futuro está nas mãos dos milhares de “pequenos”… o futuro está com os projetos sociais, que cumprem uma finalidade mais nobre…

    Resposta
    • 3 de setembro de 2019 em 16:29
      Permalink

      Dificl prever o futuro, mas qual seria exatamente o futuro que vc imagina para os projetos sociais? Você acha que as escolas (academias) vão acabar?

      Resposta
  • 3 de setembro de 2019 em 16:10
    Permalink

    Boa sorte na sua nova jornada eu espero q a nova sera em North Carolina usa hahaha bricandeira aonde vc ir desejo o melhor pra vc e sua familia.

    Resposta
  • 3 de setembro de 2019 em 17:29
    Permalink

    É uma história que mostra o poder e escolha, que no caso é o caminho certo e todas as outras coisas estão dando certo.
    És um pioneiro Gurgel Sensei.
    🥋🤜🏼🤛🏼🥋🤝🥋
    És um grande exemplo de homem e de empreendedorismo.
    🤜🏼🥋🤛🏼

    Resposta
  • 3 de setembro de 2019 em 18:15
    Permalink

    Parabens pelo profissionalismo e pioneirismo em tratar o jiujitsu como empresa! Muito sucesso para o Caio, merecedor demais! Estou passando 40 dias em Toronto e realmente falta Alliance aqui no Canadá, principalmente nesta Costa…

    Resposta
  • 3 de setembro de 2019 em 22:17
    Permalink

    Parabéns Mestre! Suas atitudes são precisas e positivas! Lhe desejo muito sucesso!! Eu e meus filhos agradecemos muito pelos ensinamentos da Alliance ! Um ambiente saudável e muito agradável ! Sucesso!

    Resposta
  • 4 de setembro de 2019 em 07:56
    Permalink

    Não consegui entender e nem sei se tenho que me meter nisso. E os outros sócios? Como funciona a sociedade da Alliance? Aporte de quem, de onde e para que? Será sua aposentadoria? Perdão por esses questionamentos. Só queria entender A REAL MESMO, do que está acontecendo. Obrigado e parabéns por tudo!

    Resposta
  • 8 de setembro de 2019 em 13:48
    Permalink

    General, então não teremos mais o seu nome nos certificados de graduação?

    Resposta
  • 10 de setembro de 2019 em 15:04
    Permalink

    Crescer e evoluir é a tendência de todo bom ser humano que busca fazer grandes feitos na vida! Orgulho de fazer parte da Alliance através da Alliance Tatuapé – SP e aluno do meu grande professor e mestre Ricardo Sardinha. Você construiu um legado no jiu jitsu principalmente com a iniciativa de estabelecer essa arte marcial em SP em tempos que ninguém acreditava que seria possível. Pois bem, hora de usar o mesmo conceito para chegar nos mais longínquos cantos do planeta! Desejo sorte na administração e ampliação da Associação da nossa marca! Oss!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.