O mal da graduação de final de ano no jiu jitsu.

O papo hoje é sobre o mal da graduação de final de ano no jiu jitsu.

Fala pessoal, Fabio Gurgel aqui de novo.
Dezembro começando, o ano  de

competições praticamente encerrado a
gente tem apenas agora o mundial NOGI

que acontece nos dias 14 e 15, mas o que
a gente vê mais em Dezembro

são as famosas graduações de final de
ano ou seja o mal da graduação de final de ano no jiu jitsu.

e é sobre isso, sobre esse assunto

tão importante que eu queria debater com
vocês nesse texto, eu já me posicionei aqui em

alguns outros posts passados a respeito
de como eu acredito que deva ser

graduação, e o porquê a graduação no jiu jitsu vem sendo feita dessa maneira

mas eu queria fazer esse texto
exclusivamente para falar nesse assunto.

porque eu acho que esse assunto esta ligado a
outros problemas que o jiu jitsu enfrenta

e talvez se os professores começassem a
se conscientizar de que essa festa tão
legal de final de ano não precisa ser em
torno da graduação

seria um grande benefício para a
organização das escolas de jiu jitsu no
Brasil inteiro, o que acontece na grande
maioria das academias ainda é essa grande

festa de final de ano, o professor vai
lá, e aí obviamente tem que separar

professores e professores, tem professor
que independente da evolução do aluno

independente de qualquer coisa ele quer
fazer um volume gigante ali  de

graduações, cobra a graduação de todo mundo
independente de qualquer coisa faz uma

grande festa que é conhecido como 13º
salário do professor o que no meu

entender é uma desonestidade com o aluno,
o aluno não foi avaliado propriamente, o aluno não teve
derrepente um

mérito, apenas o cara ta ali é pagante da
mensalidade e ganha faixa de uma forma
que traz pouco peso, pouca importância
para uma conquista tão legal, é claro

que tem professores que são muito mais
criteriosos e que embora façam o sistema

que eu acho equivocado tem uma
preocupação real de graduar apenas aquelas

pessoas que que merecem
embora essa tarefa seja muito difícil e

eu vou falar disso um pouco mais à frente
do texto mas tem professores que são

realmente corretos na avaliação e são

cuidadosos principalmente nessa
avaliação

mas meu ponto principal é o seguinte: o
nosso aluno ele deveria saber onde ele

está dentro do processo e deveria ser
graduado pelo mérito próprio pelo

esforço próprio e individual dele e não
junto com um monte de gente porque isso

tira o valor do esforço daquele aluno
em se graduar a então o ideal é que os

alunos saibam onde estão e o que eles têm
que fazer para atingir  aquele

momento de serem examinados para ver se
eles têm capacidade  de passar

para a próxima faixa
e quando eu falo ser examinado é porque

tem que existir e ai a importância da
graduação e onde ela está ligada dentro

de todo o sistema que faz uma academia ter
sucesso  é a graduação tem que estar

ligada diretamente no método de ensino,
porque se eu tenho um método de ensino e se  eu sei

que eu ensino para o meu aluno todas aquelas
técnicas

eu consigo avaliá-lo de uma forma
correta e coerente.

agora se eu não tenho um método de
ensino e eu chego lá na minha academia e

eu ensino a posição que eu quero do dia que eu
tô a fim de ensinar isso vai virando um

bolo de técnicas sem conexão uma com as
outras

e aí depois no final eu quero avaliar o
aluno em todos os fundamentos do jiu

jitsu mas como como eu posso avaliar ele em
todos os fundamentos se eu não ensino

todos os fundamentos nas aulas que eu
dou muitas vezes porque eu esqueço

porque se eu não tiver
um guia para a seguir a tendência é que

eu faça sempre e mostre sempre pro meu
aluno as posições que eu pratico mais

que eu gosto mais fazer o que eu sei que
sei que são eficientes e que eu domino todo o cenário e

isso vai tornando um monte de alunos
simplesmente  com a quantidade

limitada de informação porque é só o que eu
gosto de fazer ao invés de eu ter um

jiu jitsu ensinado de uma forma muito mais
abrangente

independente se eu gosto de fazer aquela
técnica ou não meu aluno precisa saber e se ela estiver no meu

programa eu vou ensinar,
eu preciso de um programa de aulas, se

não tiver um programa de aula a minha
graduação nunca vai ser justa porque ela

vai ter que ser baseada em performance e
fazer  uma avaliação em

performance não é justo com o aluno
porque imagina se eu tiver que graduar

os meus alunos
baseado na performance dos meus atletas

(é isso que acontece na maioria dos casos por isso o mal da graduação de final de ano no jiu jitsu.)

que são melhores faixas azuis, roxas, marrons
independente de que faixa eles estejam, eu

posso querer julgar o meu aluno no
melhor atleta que eu tenho, na

intenção na doce ilusão de que você vai
colocar uma barra muito alta de qualidade

na sua academia mas não é isso que faz a
qualidade da sua academia

isso faz com que os alunos saiam da sua
academia

isso faz com que seu numero de alunos se
encolha porque você tá botando a barra

muito alta e ele não consegue evoluir,
então quando você constrói método

de ensino de todo o mundo têm a
possibilidade de no seu tempo e na sua

evolução se graduarem, ele sabe
exatamente o que eles precisam fazer

para chegar àquele ponto de graduação
o teu processo é muito mais justo e você

vai fazer com que muito mais gente
chegue e evolua dentro do jiu jitsu

dentro da sua academia o que
conseqüentemente te trás  uma base

muito maior de alunos que podem
eventualmente avançar e ser um grande

atleta do mais alto nível, mas se você
jogar essa barra em cima de cara é como

eu costumo costumo dar o exemplo na
minha academia que eu só graduasse às pessoas

que tivessem o o nível e a perfeição do
movimento do Michael Langhi

ninguém ia ser graduado, ia ficar todo
mundo parado lá e as pessoas iam se

desmotivar e ir embora né não é assim que
deve funcionar você deve respeitar  o

processo individual de cada um e por
isso o exame de faixa tão importante

para que você possa avaliá-lo e como
você avalia ele

você está dizendo para ele  caso ele não seja
aprovado que o seu processo é um processo

justo e que ele tem que estudar mais
aquela matéria e se ele quiser se graduar.

graduar todo mundo ao mesmo tempo só
pela festa

me parece um tiro no pé,
me parece um movimento muito ruim se

você quer construir de fato uma escola
de jiu jitsu você acaba imaginando que você

tá segurando o aluno porque ta ganhando aquela
faixa na verdade está expulsando a

maioria deles porque o seu processo é um
processo que não é justo às vezes o cara vai
ganhar a faixa, junto com cara que não se dedicou

metade do que ele se dedicou às vezes
o cara que vai ganhar a faixa sabe que

não se dedicou nem metade do que o
outro se dedicou então a tua faixa vai perdendo

valor
a tua graduação vai perdendo valor e eu acho

que uma das coisas mais importantes que
uma escola e para um professor é o seu

legado, quem são os as pessoas que se
graduaram na tua mão quem quem são as

pessoas que você o fato formou
isso é o que vai dizer quem

é você
como professor de jiu jitsu eu acho que

o processo de graduação deveria ser muito
mais cuidado do que ele é hoje por isso chamo de

o mal da graduação de final de ano no jiu jitsu.

se você tiver uma uma graduação
por uma  avaliação individual você vai ter

gente se graduando na sua academia o ano
inteiro é esse e se essa sensação de

festa  das pessoas felizes que você
durante um dia do ano ou dois as vezes

pessoas fazem duas graduações se vai ter
toda semana na sua academia pessoa e se

graduando em atingindo os seus objetivos e
conquistando a a as faixas pela evolução

própria individual
para isso você precisa ter simplesmente

um método de ensino a seguir para que
você possa avaliar aquele aluno dentro de um

método e um exame de faixa compatível
com aquele método seu aluno vai ficar

muito feliz de ser graduado dentro de um
sistema que ele sabe que ele merece

e você vai parar de ter alunos que
as vezes se graduam sem achar que merecem ou

o que não se gradue ficou extremamente
chateados com o professor que não deu a

faixa pra ele porque eles começam a se
julgar capazes

esse é um outro ponto quem a única
pessoa capaz de graduar em qualquer

circunstância é o professor o aluno não tem
que achar que agora se você tem um

de ensino acabou essa discussão porque vocês
você e o aluno vão achar juntos que

está na fase de de ser testado pelo
menos né e aí cabe claro que a palavra

final o professor se ele vai graduar aquele
aluno ou não você pode testar o aluno e não

gradua-lo não tem nenhum problema e isso
pode fazer parte da dinâmica da sua escola

como faz da minha não é todo mundo que
vai se sabe que é graduado né

porém quando você tem uma aula boa uma
equipe de professores que segue o método

a chance daquele seu aluno ser graduado
é grande o exame porque o exame é

compatível com que você ensina isso traz
para sua escola um benefício que você

não tem idéia e eu estou falando isso
porque eu já tive exatamente no lugar de

quem está fazendo esses exames aí inclusive
dentro da Alliance ainda  existem

escolas que ainda estão nessa transição
isso porque é uma cultura do jiu jitsu mas

o fato de ser uma cultura do jiu jitsu não
quer dizer que seja a maneira correta de

fazer né eu estou te contando que depois
que ocupei a minha academia cresceu eu

tenho mais alunos meus alunos são mais
felizes são mais conscientes e são

melhores de jiu jitsu porque agora eles são
avaliados dentro de um metro

então é uma mudança que seria muito
saudável se

as academias de jiu jitsu pudesse fazer
traria muito aluno pra dentro da academia

e faria o processo ser muito mais justo
para todo mundo então eu espero que é

esse vídeo sirva de incentivo para as
academias mas entendo que muitas pessoas

não vão concordar vão continuar fazendo da
maneira que estão fazendo e tudo bem

também né
mas se você puder deixar seu comentário

aqui de como você acha de como você
pensa o sistema de graduação ou o mal da graduação de final de ano no jiu jitsu.

esse espaço aqui

é sempre livre para os seus comentários
concordando ou não com a minha posição

tá bom
um forte abraço pra vocês

e não deixe de subscrever o BLOG para ficarmos conectados.

Fabio Gurgel

11 opiniões sobre “O mal da graduação de final de ano no jiu jitsu.

  • 3 de dezembro de 2019 em 21:14
    Permalink

    Achei muito top as palavras do Fabio Gurgel. Concordo 98% no que disse.

    Resposta
  • 3 de dezembro de 2019 em 23:24
    Permalink

    Tenho grande respeito e admiração pelo sei trabalho, só tenho uma opinião diferente no ponto sobre exame de faixa, acho que o professor pode acompanhar diariamente a evolução do aluno, com um método de ensino isso fica mais fácil como você mesmo mencionou.
    Grande abraço a você que fez e faz muito pelo Jiu-jitsu

    Resposta
    • 4 de dezembro de 2019 em 10:21
      Permalink

      Com certeza Mario o problema é quando a academia cresce e tem muitos alunos essa missão fica muito difícil pra não dizer impossível! forte abraço e obrigado

      Resposta
  • 4 de dezembro de 2019 em 15:22
    Permalink

    Oi boa tarde Fábio Gurgel, eu me chamo Alexandre Carvalho, sou um dos fundadores da Associação Kairós de jj , nós somos projeto sócial, queria saber se vc compartilha dessa mesma idéia sendo em projetos sócias, até porque pegamos muitos alunos oriundos de outras academias que passaram a frequentar o projeto por não terem condições de pagar, e no caso o que vc nos sugere, desde já um forte abraço! Oss

    Resposta
    • 4 de dezembro de 2019 em 19:27
      Permalink

      Sim eu nao mudaria nada no sistema, talvez o valor a ser cobrado deva ser compativel.

      Resposta
  • 4 de dezembro de 2019 em 19:24
    Permalink

    Ótima abordagem. Acho que para graduação de adultos, está é uma ótima estratégia, de graduar ao longo do ano. Mas para crianças, acho que o aulão de fim de ano, com a presença dos familiares, e graduação é fundamental para todos conhecerem o Jiu Jitsu, quebrar ainda mais o estigma de luta violenta.
    Comecei o Jiu quando criança e tenho ótimas recordações destes momentos. E cada um tinha a graduação que merecia, alguns com grau(s), outros com a nova faixa.
    Abração
    Oss

    Resposta
    • 4 de dezembro de 2019 em 19:27
      Permalink

      Sim concordo, porém com as crianças é mais facil pois elas acompanham o ano letivo e a contagem de aulas e graus leva o ano todo permitindo que vc gradue os alunos praticamente juntos no final do ano sem problema!

      Resposta
  • 5 de dezembro de 2019 em 11:40
    Permalink

    Ótimo texto mestre. Hoje na minha academia é feita a graduação final do ano tanto para as crianças como para os adultos, óbvio que são eventos separados, pois são turmas separada. Eu particularmente não concordo com o sistema que seguimos, entretanto acredito que seja interessante o evento de confraternização de fim de ano independente de ser em prol de graduação, ou seja, um encerramento das atividades, e acredito que a graduação deva acontecer durante o ano e sem o aluno esperar, vindo daquele princípio de que a faixa pede o aluno e não o aluno que espera pela faixa. Pois nesse critério de graduação de fim de ano é muito relativo, por exemplo, um aluno que seria graduado naquela data de final do ano, ele já está apto a uma nova faixa, e por algum motivo não consegue comparecer no evento, ficaria mais um ano esperando? Esse é um dos motivos que não concordo, outro é a expectativa que você cria nos alunos podendo até mesmo desmotivar aqueles que esperavam por tal graduação e ela não vem, como já vi acontecer, e o aluno sair só evento bravo com o professor, acho interessante graduação de faixa ou até graus durante o ano para o aluno também se manter motivado e acompanhar sua evolução real. Essa é parte da minha opinião,me chamo Cezar Bernardo, forte abraço. Oss

    Resposta
  • 6 de dezembro de 2019 em 00:34
    Permalink

    Boa noite Fábio..!!
    Assisti 2 da 3 aulas que vc disponibilizou do curso de metodologia da Aliançe …!! ( Que por sinal foi a equipe onde comecei a praticar Jiu jitsu em 1998 com o professor Alex Monsalve) . Achei espetacular a sua metodologia. Com relação a graduação sempre pensei como vc . Acredito que cada aluno tem o seu momento de ser graduado.!
    Hoje sou Faixa Preta 1° grau do Mestre Luiz Dagmar CARECAJJ e pretendo abrir uma academia no próximo ano!
    Gostaria de saber quando vai montar uma nova turma para disponibilizar o curso de metodologia ALIANCE, e o valor do curso !!
    Desde já muito obrigado!!

    Resposta
    • 6 de dezembro de 2019 em 06:57
      Permalink

      Ola Ronaldo
      O curso esta aberto direto
      O Viver de Jiu Jitsu é feito em turmas mas o metodologia vc pode adquirir a qualquer tempo
      O valor é de 4.200,00 em ate 12X
      A s

      Resposta
  • 12 de janeiro de 2020 em 00:48
    Permalink

    Achei espetalucar esse texto, só tenho uma dúvida! E quando chega a hora do aluno se graduar passando os anos que a faixa pede e com frequência na academia e ele não recebe essa graduação ele pode falar combo professor?

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.