O EGO NO JIU JITSU

O EGO no jiu jitsu é muito comum, mas qual a dimensão desse mal não só no jiu jitsu mas em sua vida de uma maneira geral?

Quando pensamos em conquistas quando conseguimos ter sucesso, ser campeão, ganhar dinheiro, ser promovido no trabalho, ser popular, admirado, ter um milhão de seguidores ou qualquer objetivo que possamos ter, CUIDADO. É exatamente aí que mora seu pior inimigo, seu EGO.

Existe uma enorme diferença entre estar e ser, estar campeão não significa ser campeão, estar rico não significa ser rico, a segunda opção é muito mais profunda não se trata de uma medalha ou de sua conta bancária mas de atitude.

A coisa mais comum de vermos dentro do jiu jitsu são campeões que devido a não entenderem essa diferença acreditam no personagem criado não só pelos outros mas também por eles próprios, não caia nessa armadilha se mantenha insatisfeito e continue fazendo.

A eterna procura pela sua melhor versão te impede de se iludir com o que não é verdadeiro e o EGO não é, continue em movimento.

O EGO vai contra o pertencimento pois ele te afasta do coletivo, do time, o EGO diz que você deve brilhar mais do que os outros que é mais importante do que outros e que merece mais do que os outros.

Ego is the enemy por Ryan Holiday

O EGO mata a gentileza a empatia ele faz você acreditar no que no fundo até você sabe que é mentira.

Essa egotrip no jiu jitsu leva muitos  professores a um erro bem comum, usar o nome próprio no patch e consequentemente na academia.

Qual é o grande problema disso? todo mundo faz, sempre foi assim…

É verdade, eu também já tive minha academia chamada Fabio Gurgel Jiu Jitsu, até o ponto que me tornei sócio do Jacaré e decidimos que seria melhor termos um nome não personificado, criamos a Master Jiu Jitsu, que mais tarde se tornaria Alliance Jiu Jitsu.

O ponto principal desse erro é que ele te limita a ter sempre alunos em baixo do seu nome consequentemente menores do que você.

Seu EGO de novo esta no controle achando que você sempre será o campeão e que todos precisam continuar carregando seu nome.

Você olha analisa e não consegue enxergar, segue acreditando que seu nome é imprescindível para seu negócio, não é, isso é apenas seu EGO que que te impede de ver.

A realidade é outra, pense nas maiores equipes de jiu jitsu da atualidade, qual delas tem nome próprio? nenhuma, certo? apenas um pequeno sinal para te fazer pensar.

Não se preocupe com seu nome no letreiro mas sim em como você faz o seu trabalho como você ajuda e impulsiona outras pessoas ao seu redor.

Deixe seu trabalho falar por si. Lute sempre para SER ao invés de ESTAR, se mantenha sóbrio.

um forte abraço e até breve

Fabio Gurgel

 

 

4 opiniões sobre “O EGO NO JIU JITSU

  • 19 de dezembro de 2019 em 12:36
    Permalink

    Ensinamento pra vida. Grande Gurgel abraço!

    Resposta
  • 19 de dezembro de 2019 em 12:41
    Permalink

    Acompanho sempre com afinco os conteúdos que a Alliance de uma forma geral produz. Eu acredito na Alliance como combustível que faz o ser humano a mover-se sempre em busca da real evolução humana: que abrange todos os aspectos; na eterna busca por uma equação de equilíbrio de todos os ângulos importantes na vida. A ALLIANCE JIU JITSU TEAM compila através da arte suave o supra sumo da vida: viver em plenitude, valorizando o que realmente é fundamental a uma vida de verdade, verdadeiramente plena. Oss!

    Resposta
  • 19 de dezembro de 2019 em 14:17
    Permalink

    Concordo em gênero número e grau. Independente de quão poderoso você possa pensar que é, busque sempre o respeito, educação, humildade pois a vida troca os percursos numa velocidade avassaladora e se acharmos que somos mais que alguém , estas mudanças de percursos podem ser muito mais dolorosas . Forte abraço
    Portuga

    Resposta
  • 19 de dezembro de 2019 em 16:38
    Permalink

    Elementos do Carácter Humano.

    “O bem é permanente, sendo o principal ingrediente na criação do mundo, ao passo que o mal é transitório.”

    Como nós, coletivamente, trouxemos o mal a este mundo, temos agora a responsabilidade de elevá-lo.
    No passar de nossos dias, temos chances de corrigir nosso carácter, escolhendo bem as nossas ações.”fazer o bem e afastar-se do mal” (Tehilim).
    Assim penso que o hábito humano é estimulado por quatro causas primárias: ego, atitudes corporais, razão e uma obsessão por destruir.

    Acredito que qualquer um de nós tem um ego – um desejo pelo poder, auto-superioridade e auto-decisão. Todos nós vivenciamos incessantes demandas por parte de nosso corpo. A humanidade tem a faculdade da razão, a competência de tentar assimilar a realidade e nos comportar de acordo. E qualquer um de nós tem uma preocupação para o mal e a destruição. Para muitas pessoas, este desejo encontra energia apenas num sonho ou num pensamento fugaz; para outros, é atingido no comportamento.
    O jiu jitsu vem passando por uma nova fase, melhorando o seu próprio EGO, tempo atrás era conhecido com perigoso e violento, hoje
    é visto como um estilo de vida para muitos profissionais e amadores.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.