Seu filho, faixa preta!

Seu filho faixa preta.

 

 

Se você é pai ou mãe, e ficou curioso(a) em como seu filho pode ser um faixa preta, deixa eu te contar uma coisa, não vai ser fácil.

 

Mas vai valer muito a pena e pode ser uma das coisas mais importantes que você dará a ele.

 

Na verdade você dará a ele a oportunidade, a faixa em si ele que vai conquistar.

 

Mas o primeiro passo, esse é seu.

 

Pode ser que sua motivação em ter um filho(a) faixa preta seja a segurança, se meu filho for faixa preta ele estará mais preparado para esse mundo tão violento, isso é verdade, mas nem de longe é o principal.

 

Ser faixa preta vai muito além disso, significa que você atingiu certo grau de conhecimento técnico e controle emocional, mas ainda não é isso que vale a pena.

 

Quando pensamos em nossos filhos, a coisa que mais amamos no mundo, queremos dar a eles o melhor, protege-los de todo o mal e vê-los crescer saudáveis e sem machucados, traumas, decepções etc…

 

No entanto seria essa uma maneira possível? Estaria isso realmente em nosso controle?

 

O renomado escritor e psicólogo canadense Jordan Peterson escreveu em seu livro 12 regras para a vida um capítulo em que vai fundo nessa questão, ele deu o título de “Do not bother children when they are skateboarding” (Não interrompa as crianças quando elas estiverem andando de skate).

 

Segundo ele, a presença do risco no desenvolvimento das crianças é fundamental, a satisfação pelo desafio superado trás confiança, autoestima e um profundo preparo para as questões que certamente se colocarão a sua frente na vida adulta.

 

Por consequência, a falha na tentativa cria limites e traz uma necessidade de reavaliação do problema além de coragem para enfrenta-lo novamente de uma nova maneira.

 

Jordan Peterson usa o skate como exemplo talvez por ele não conhecer muito bem o Jiu Jitsu.

 

Uma forma que além de mais segura consegue atingir outros pontos muito importantes no desenvolvimento de um jovem.

 

Imagine que seu filho(a) vai vivenciar incontáveis experiências dentro do Jiu Jitsu como derrota, vitória, insegurança, superação, falta de motivação, disciplina, rivalidade, amizade, desistência, resiliência, soberba, respeito, medo, coragem, etc…etc..etc..

 

Tudo isso estará no caminho dele até a faixa preta.

 

Cada vivência aproximará seu filho(a) de sua melhor versão.

 

Você vai acompanha-lo nessa longa jornada de aprendizado e um belo dia vai se dar conta que seu filho(a) se tornou uma pessoa corajosa, honesta, gentil, resiliente, respeitadora, generosa.

 

Seu filho virou um faixa preta.

 

Tudo que você precisa fazer e dar o primeiro passo e deixar o resto conosco para ensina-lo a amar o Jiu jitsu como nós amamos.

 

Clique aqui para mais informações

 

Sejam bem vindos a Alliance Jiu Jitsu.

Uma opinião sobre “Seu filho, faixa preta!

  • 16 de outubro de 2020 em 15:19
    Permalink

    Muito bom.
    Sou praticante do Karatê Kyokushin. Iniciei aos 4 anos de idade e em 2018 com 12 anos eu consegui minha tão sonhada faixa preta. Se passaram 8 anos passando pela a branca, laranja, azul, amarela, verde, marrom, marrom 1º Kyu , até o exame internacional para faixa preta. Foi um dos maiores desafios da minha vida até aqui e a permissão dos meus pais , o apoio que recebi dele e todo o treinamento e esforço , valeu muito a pena. Agora com 14 anos, quero continuar nas graduações e competições porque ao longo dos anos cheguei a ser Bicampeão Brasileiro e sou Hexacampeão Paulista. Não é fácil, mas tenho sonho de competir fora do Brasil. Esse dia vai chegar. Acreditem! Vale a pena demais!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.